top of page

Brasil emplaca 3 projetos na shortlist do Prêmio WSA 2023

O WSA acaba de divulgar a lista de candidatos ao Prêmio WSA e o Brasil foi classificado em três categorias. Essa lista inclui 136 projetos de 60 países diferente. Embora este não seja o anúncio final dos vencedores, a inclusão neste grupo é uma prova da excelente qualidade e potencial destes projetos.Os projetos brasileiros classificados na shortlist são: 

  • Categoria Saúde e Bem Estar

Avatar da Saúde - aplicativo de saúde digital que traz todos os indicadores de saúde em uma única plataforma tecnológica, integrando a tríade da saúde: assistencial, ocupacional e risk assessment. 

  • Categoria Cultura e Patrimônio

VEM CA - CULTURA ACESSÍVEL. O aplicativo VEM CA é uma plataforma nacional de cultura acessível criada pela Escola de Gente. Por meio dele, pessoas com e sem deficiência têm a oportunidade de saber o quê, quando, onde e com quais acessibilidades estão acontecendo as programações culturais em cidades por todo o Brasil. 

  • Categoria Inclusão e Empoderamento

AUTISMO LEGAL - Plataforma que oferece informações de qualidade sobre os principais direitos e benefícios que as pessoas autistas têm. Autismo Legal é o maior projeto da América Latina de divulgação dos Direitos do Autista.

Após avaliação pelos membros do júri internacional, estes projetos se classificaram como finalistas, apresentando inovação e impacto em alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Essa lista contribui significativamente para o avanço social.


Estamos muito orgulhosos com estas indicações. Mais uma vez, o Brasil está sendo representado com projetos inovadores e transformadores! Estamos torcendo por vocês!



A jornada continua enquanto a WSA se prepara para o Grande Júri, que acontecerá em Hyderabad, Índia, de 14 a 18 de fevereiro de 2024.Durante o Grande Júri, o painel da WSA de 30 jurados de 27 países não apenas avaliará os projetos selecionados, mas também participa de sessões de troca de conhecimento com partes interessadas relevantes. Esta abordagem colaborativa garante uma avaliação abrangente e abre caminhos para parcerias impactantes. No júri teremos a participação de Rodrigo Assumpção, presidente do Dataprev (empresa pública orientada pela missão de prover soluções digitais para o exercício da cidadania, fornecendo soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação para o aprimoramento e a execução de políticas sociais do Estado brasileiro).

 

Comments


bottom of page